domingo, 16 de março de 2008

O crime

Fernanda Tadeu, até agora uma ilustre desconhecida, saltou para a ribalta por ter sido apanhada pela objectiva de um fotógrafo que a conhecia como a “esposa de António Costa”.
De imediato a foto correu as parangonas e a notícia foi explorada pelos jornalistas à procura das últimas consequências políticas que tal acto pudesse provocar.
Não sei se Fernanda Tadeu, mulher bonita por sinal, se encontrava no meio de 99.999 professores por ter sido apanhada na avalanche enquanto percorria as ruas da capital olhando as montras, ou se, pelo contrário, lá estava a manifestar-se contra as políticas do governo que o seu marido ajudou a elaborar. E pouco importa.
Acho, contudo, que é muito grave a senhora ter saído à rua sem o consentimento do marido e nisso os jornalistas têm toda a razão. Aliás, acho mesmo que quando chegasse a casa o marido deveria pegar numas listas telefónicas e numas toalhas encharcadas e dar-lhe um bom arraial. A senhora não tem direito a ter uma vida própria.
Até vou um pouco mais longe que os jornalistas: toda a esposa que seja de outro clube de futebol que não aquele pelo qual o marido faz tristes figuras em dias de jogo, deveria ser severamente castigada. E se quer militar num partido diferente o melhor é que pegue nas suas trouxinhas e saia de casa. Acho bem, mesmo muito bem, que sigamos o exemplo das sociedades que consideramos subdesenvolvidas e do terceiro mundo e ponhamos a mulher no seu devido lugar…
Francamente, haja pachorra.

Etiquetas:

13 Comentário(s):

Blogger Vica disse:

Que é isso, amigo?? Acho que tu precisas de um bom "arraial"... ai, ai, ai...

domingo, 16 março, 2008  
Anonymous Anónimo disse:

Você está como o tolo no meio da ponte, que não sabe para que lado há-de cair, mas, desta vez, escolheu o lado certo.

O jornalismo de excelência que temos, fez muito bem em denunciar esta serigaita, que antes de se meter nestes assados, tinha obrigação de consultar o chefe de família, o qual, por sua vez, sendo quem é, a teria proibido de sair de casa nesse dia.
Só espero é que, António Costa, à semelhança do "outro" António, lhe tenha dado uns safanões a tempo de a impedir que se meta noutra.

Já agora, que esta lição sirva igualmente para o João Lopes aprender que não se devem fazer cedências às mulheres, a não ser em situações muito concretas, mas, sempre, em privado.

Manuel Azevedo

domingo, 16 março, 2008  
Anonymous Anónimo disse:

Parece que te tornaste um homem de barba rija... Nao vais longe.

segunda-feira, 17 março, 2008  
Blogger quintas disse:

jl
não estou a perceber, tens duas vidas?
palavras tuas "as mulheres mandam no mundo" e agora já não podem sair á rua

quarta-feira, 19 março, 2008  
Blogger quental disse:

Este comentário foi removido pelo autor.

quarta-feira, 19 março, 2008  
Blogger quental disse:

ó sr. joão lopes
já vi que que o sr. foi ao tasco com o "don't walk on da grass" beber as tais "mines" ( que ele disse que tu pagavas).
então no dia da mulher dizes que a mulher está no céu, e agora vens dizer que está no inferno!!!!!

quarta-feira, 19 março, 2008  
Anonymous Multifuncional disse:

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Impressora e Multifuncional, I hope you enjoy. The address is http://impressora-multifuncional.blogspot.com. A hug.

quinta-feira, 20 março, 2008  
Anonymous Sara disse:

Adorei o texto, a forma irónica sarcástica e bem humurada com que o escreveste.
E não é que há que,m não te entende? Ora essa gajo que é gajo é facil de perceber
:) Quem sabe?

quinta-feira, 20 março, 2008  
Blogger Amaral disse:

JL
Passei para desejar uma Santa Páscoa.
Abraço

sexta-feira, 21 março, 2008  
Blogger quental disse:

ó jl
está-me a parecer que tu pagas a algumas pessoas que escrevem no teu blogger, pois só tu podes ser irónico.

sexta-feira, 21 março, 2008  
Blogger Shakadal disse:

See here or here

sábado, 22 março, 2008  
Blogger CMatos disse:

Não sei porquê, esta notícia fez-me lembrar um certo Tadeu de uma certa Novla. Não sei porquê!

Boa semana.

segunda-feira, 24 março, 2008  
Anonymous Anónimo disse:

CDS-PARTIDO POPULAR

Nº 07 NOTA DE IMPRENSA 18/04/2008


BARRAGEM DE GIRABOLHOS
ou
BARRAGEM DE ABRUNHOSA DO MATO-GIRABOLHOS?

- Em vez de embandeirar em arco, a Câmara deve lutar para que a barragem inclua o nome de Abrunhosa do Mato -

No momento em que se multiplicam as tentativas (das hostes do poder laranja em Mangualde e também da oposição socialista) de aproveitamento político da decisão de construção da dita Barragem de Girabolhos, da qual foi hoje lançado o concurso público, entende o CDS-PP chamar a atenção dos Mangualdenses para o facto de, até ao momento, nenhuma das forças políticas referenciadas e também e principalmente (até pelas responsabilidades institucionais que lhe cabem…) a Câmara Municipal de Mangualde, ter assumido a defesa de que a barragem venha a adoptar o nome de BARRAGEM DE ABRUNHOSA DO MATO-GIRABOLHOS, ao invés do anunciado Barragem de Girabolhos, no respeito por expectativas criadas desde há dezenas de anos e, diga-se, pela localização de facto da dita barragem, afinal projectada para bem mais perto de Abrunhosa do Mato, que de Girabolhos, não parecendo relevar o facto de no local confluir, pela margem esquerda, a pequena ribeira de Girabolhos.

Dá-se mesmo o caso de, do lado de Abrunhosa do Mato, existir caminho transitável, feito visando este objectivo, até ao local da Barragem, o que não pode deixar de ter um significado.

E não se trata de uma mera questão de bairrismo, nem estamos perante uma questão menor!
De facto, sendo a Barragem óbvio factor de desenvolvimento regional, o seu impacto local será tanto maior para as populações das suas margens, quanto puder ser”vendida”/promovida a “marca” (o nome) das povoações que servirão de apoio às actividades que se potenciarão, sejam de ordem estritamente económica, sejam de ordem turística e, como tal, social.

E, manifestamente, deixar que vingue Girabolhos (concelho de Seia – freguesia de Girabolhos), deixando no esquecimento Abrunhosa do Mato (concelho de Mangualde – freguesia de Cunha Baixa), afinal o concelho onde se verificarão maiores impactos (envolvendo as freguesias de Cunha Baixa, Santiago de Cassurrães, Póvoa de Cervães e Abrunhosa-a-Velha), já que, na margem esquerda, tais impactos se distribuirão por Seia e Gouveia, será permitir que, por razões que a razão desconhece e por claro mas injustificado e imperdoável desinteresse, outros aproveitem em exclusivo do que, legitimamente, deverá ser partilhado.

As populações de Abrunhosa do Mato têm a isso todo o direito.

Compete aos responsáveis políticos garantir o reconhecimento de tal direito e, como tal, a mudança do nome anunciado para o de BARRAGEM DE ABRUNHOSA DO MATO-GIRABOLHOS.

As populações julgá-los-ão pelo que, agora para o facto alertados, se interessarem por fazer!

Ao CDS-PP reconhecerão o papel determinante que entendemos assumir em termos da promoção e desenvolvimento do nosso Concelho e das populações que nos habituámos a servir.

Mangualde, 18 de Abril de 2008
Comissão Política Concelhia de Mangualde do CDS-PP


José Carlos Almeida Ribeiro
(Presidente da Comissão Política)




PS:
Se tiver interesse em conhecer em pormenor o projecto da Barragem, entre em:

http://www.inag.pt/images/diversos/temporario/Seguranca_de_barragens/PNBEPH_Anexo08_Girabolhos.pdf

Ao longo de 31 páginas vai poder tomar contacto com:
1 - Caracterização do Aproveitamento
2 - Aspectos económicos
3 - Aspectos sociais e ambientais
Desenhos (vários)

sábado, 19 abril, 2008  

Enviar um comentário

<< Home